sexta-feira, 29 de maio de 2015

Tese de professora de Minas bate recorde com mais de 34 mil downloads


Ao atender o celular, Ana Cristina Barcelos é breve. Informa que está num congresso e não pode conversar naquele momento. Desde que se formou em medicina em 1999, essa paulista que se mudou ainda criança para cidade de Uberaba, no triangulo mineiro, vive a rotina de quem decidiu se dedicar à pesquisa e ao ensino. 

Após a graduação, ingressou no mestrado e depois no doutorado. Do mundo das salas de aula e laboratórios, Ana, sem saber, vem se tornando um caso pouco comum no meio acadêmico graças à internet. A tese que defendeu em 2008 na área de patologia ginecológica e obstétrica bateu recorde de downloads no Portal Domínio Público. O site é mantido pelo Ministério da Educação como plataforma para divulgação de milhares de teses produzidas por brasileiros. Com mais de 34 mil acessos, o estudo de Ana Cristina supera e muito a média geral de 325 downloads por publicação, uma surpresa para a própria autora, que soube dos dados pelo GLOBO.


Foto:L.Adolfo/UFTM


— Não sabia que liderava desses números, até porque sou uma pesquisadora anônima e o estudo foi bastante específico, com uma linguagem bastante técnica.






Fonte: Fábio Vasconcellos e Gabriela Allegro/O Globo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário