quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Novo antibiótico é descoberto 30 anos após última grande classe

Quase três décadas após o desenvolvimento da última classe de antibióticos, uma descoberta de cientistas americanos pode quebrar este período de seca. Apontado como “divisor de águas” e “muito promissor”, o estudo publicado na revista científica “Nature” apresenta um método que já levou à criação de 25 antibióticos em teste, sendo o último deles visto como o mais promissor.

O auge da descoberta de antibióticos ocorreu entre 1950 e 1960. E desde 1987 não há novas fórmulas disponíveis. Nesse período, os micro-organismos se tornaram incrivelmente resistentes aos medicamentos. Apenas nos EUA, cerca de 23 mil pessoas morrem anualmente por conta das bactérias super-resistentes. No Brasil, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tem um boletim que registrou quase dez mil casos de bactérias resistentes a remédios nas UTIs do país em 2012. Continue lendo...

Fonte: Jornal Extra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário