sábado, 16 de agosto de 2014

Brasil vai ser sócio de telescópio gigante no Chile

Ilustração do mosaico de espelhos do GMT, refletindo a Via Láctea. Crédito: GMT Project
MCTI confirmou que vai se juntar à iniciativa da Fapesp, de aderir ao consórcio internacional do Telescópio Gigante de Magalhães (GMT), que será construído no Deserto do Atacama até 2020. Cada parte entrará com US$ 20 milhões. Continue lendo...

Fonte: Herton Escobar/Estadão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário