sábado, 14 de junho de 2014

'Foi extraordinário', diz paraplégico que usou exoesqueleto em abertura

Juliano Pinto conta bastidores do 'chute simbólico' na Copa.
Equipamento transforma força do pensamento em movimentos mecânicos.

Um dia depois de ser protagonista de um experimento científico em plena abertura da Copa do Mundo do Brasil, Juliano Alves Pinto, de 29 anos, ainda comemora a oportunidade de ter sido escolhido para usar o exoesqueleto desenvolvido por um consórcio de pesquisadores, liderado pelo neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis.

Nesta quinta-feira (12), na Arena Corinthians, o jovem deu um “chute simbólico” na Brazuca, a bola do Mundial, vestindo o equipamento criado pelo projeto “Andar de Novo”. Segundo os cientistas, a máquina transforma o pensamento em controles mecânicos, recuperando movimentos do corpo que foram paralisados por lesão medular. Continue lendo...


Clique na imagem para ampliá-la.


Fonte: G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário