quarta-feira, 4 de junho de 2014

"Brasil errou ao atrair Copa e Olimpíada", afirma Antonio Negri

Antonio Negri/ Foto de Daniel Marenco.
Um dos mais influentes intelectuais marxistas deste início de século, o filósofo italiano Antonio Negri, 80, diz que o Brasil errou ao apostar na realização da Copa e da Olimpíada. Ele vê na "política dos grandes eventos" uma negação dos valores locais e da cultura das favelas.

Em visita ao país às vésperas do Mundial, Negri critica as exigências da Fifa e diz que a entidade age como um instrumento do "novo capitalismo" globalizado. "A Fifa e o Comitê Olímpico Internacional atuam como grandes ONGs capitalistas. Mas não vão aos países para ajudar ou distribuir esmolas, e sim para buscar lucros", afirma.


Fonte: Folha de SP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário