domingo, 13 de abril de 2014

Morre aos 78 o argentino Ernesto Laclau, ideólogo do governo Kirchner

Um dos mais respeitados filósofos políticos da atualidade, o argentino Ernesto Laclau morreu em razão de um infarto na manhã deste domingo (13), aos 78 anos. Ele estava na cidade de Sevilha, na Espanha, para onde havia viajado com sua mulher,
Chantal Mouffe, para dar uma conferência.

Historiador e filósofo pós-marxista, Laclau é autor de "A Razão Populista" (ed. Três Estrelas), de 2005, considerado um suporte teórico dos governos populistas latinoamericanos. Ele era considerado uma referência do kirchnerismo e chegou a declarar-se favorável a uma reforma constitucional que permitiria a reeleição ilimitada da presidente da Argentina, Cristina Kirchner.

Fonte: Folha de SP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário