sexta-feira, 29 de junho de 2012

Brasil tem pouca fuga de cérebros, mas também atrai poucos pesquisadores estrangeiros






Um estudo divulgado pelo Bureau Nacional de Pesquisa Econômica dos Estados Unidos traçou um painel sobre a mobilidade de cientistas em 16 países, mostrando como cada nação perdeu cérebros para outros países mas também foi capaz de atrair talentos estrangeiros para reforçar sua capacidade científica.

Fonte: Pesquisa Fapesp

Nenhum comentário:

Postar um comentário